Sexta-feira, 13 de Abril de 2012

A conversa informal é o centro de todo o projecto: são 8 painéis temáticos, cada um com um moderador que algumas vezes é também curador, seleccionando ou sugerindo convidados. Todos podem intervir: desde quem está no público a quem está a acompanhar através das redes sociais e do livestream

 

 

 

O Desafio da Programação e Curadoria

 

Host: João Vasconcelos (Canal 180)

 

Convidados: Sérgio Hydalgo (Zé dos Bois) Daniel Ribas (Estaleiro / Curtas de Vila do Conde) Lúcia Marques (Próximo Futuro / Gulbenkian) Manuel Henriques (Trienal de Arquitectura de Lisboa)

 

Este é o painel central do #pfc2012sim, uma conversa com instituições nacionais e internacionais dedicadas à cultura, e que a interpretam e trabalham de forma diferente. Quais são os desafios de quem programa para o público da actualidade? Da música às artes plásticas e ao cinema, como estão a desenvolver projectos que acompanham a conversação de uma audiência com uma mobilidade muito diferente de há alguns anos atrás?

 

 

 

15 Abril, Conservatório de Música de Coimbra.

Mais informações em Pensar Fora da Caixa.



publicado por Próximo Futuro às 13:13
link do post | comentar | partilhar

Quinta-feira, 13 de Outubro de 2011

 

Still do documentário "Regresso a Nacala" (2001), de Brigitte Martinez

 

 

Debate CEsA - Os movimentos da sociedade civil e a construção da democracia em África: o caso de Moçambique

 

No próximo dia 13 de Outubro, pelas 18 horas, o CEsA irá organizar o debate “Os movimentos da sociedade civil e a construção da democracia em África. O caso de Moçambique”. A discussão será animada por João Baptista Mussa, ex-vereador do Conselho Municipal de Nacala (1998-2003), Fátima Proença (da ACEP) e Joana Pereira Leite (do CESA/ISEG). No início da sessão será projectado o filme “Regresso a Nacala”.

 

Para saber mais basta ir aqui.

 



publicado por Próximo Futuro às 09:00
link do post | comentar | partilhar

sobre
Próximo Futuro é um programa Gulbenkian de Cultura Contemporânea dedicado em particular, mas não exclusivamente, à investigação e criação na Europa, na América Latina e Caraíbas e em África.
Orquestra Estado do Mundo
This text will be replaced by the flash music player.
posts recentes
links
arquivos
tags
subscrever