Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2010

Reconhecendo na literatura tradicional/ oral/ popular uma disciplina central nas ciências sociais e humanas, parte intrínseca do património imaterial e universal da humanidade, por excelência veículo de afirmação da identidade e de aproximação entre os povos (Unesco, 1989), o Instituto de Estudos de Literatura Tradicional (IELT) propõe-se:

- pensar o lugar ocupado pela literatura tradicional e cultura(s) popular(es) face às sociedades, culturas e literaturas contemporâneas e sua redefinição, por um lado, teoricamente, dentro do perfil de investigação académica, por outro atentando à sua integração na prática actual e quotidiana;

- analisar fenómenos de intertextualidade com elementos da tradição verificados em obras de autoria individual: redescoberta e regresso à tradição, enraizamento ou alicerce;

- avaliar a acção conservadora no processo de criação do novo, pensando o texto moderno ou contemporâneo enquanto palimpsesto pela sua relação com textos que o precedem, com textos apagados sobre os quais se sustenta (reescritos, parodiados ou citados);

- recolher materiais de diversos géneros literários (cancioneiros, romanceiros, contos, anedotas, lendas, adivinhas e outros textos) oriundos de distintas culturas e sociedades; investigá-los com os contributos de áreas tais como Etnologia, Antropologia, Sociologia, História, Biologia, Ciências Ambientais, Matemática, no sentido de prosseguir estudos inter/ multi e transdisciplinares, visando uma compreensão abrangente dos universos literário, cultural e social;

Mais, na página do centro. Aqui


publicado por Próximo Futuro às 12:01
link do post | comentar | partilhar

1 comentário:
De Calebe a 22 de Fevereiro de 2010 às 13:25
Sabem que eu gostei disso? Eu me sinto obrigado a voltar (por prazer, principalmente).

Palmas a vocês, pelo intento com esta página.

Calebe Morais


Comentar post

sobre
Próximo Futuro é um programa Gulbenkian de Cultura Contemporânea dedicado em particular, mas não exclusivamente, à investigação e criação na Europa, na América Latina e Caraíbas e em África.
Orquestra Estado do Mundo
This text will be replaced by the flash music player.
posts recentes
links
arquivos
tags
subscrever