Terça-feira, 13 de Setembro de 2011

 

Fifth Annual Conference of the African Borderlands Research Network ABORNE

"Crossing African Borders: Migration and Mobility", ISCTE-IUL, Lisbon

(21-23 September 2011)

 

 

Focusing on the role of African borders in migratory movements, the Conference will address several topics and discuss the importance and role of borders to the circulation and identity building, the implications of border management and the strategies of populations for migration and border crossing. Panels will analyze current changes and their historical roots; discuss the mutual implications of cross-border circulation, migration and identities; present empirical evidence of transformations taking place; contribute to the theoretical debate and methodological approach of borderland studies in Africa.

 

Keynote:
"Traders and Borders in the Sierra Leone-Guinea Region, 19th and 20th Centuries: Comparative and Theoretical Implications"
Allen M. Howard | Professor Emeritus, Department of History, Van Dyck Hall, Rutgers University

 Panels:

  • Panel 1 - Methodologies for studying cross-border movements
  • Panel 2 - Rethinking hierarchies of borders and border crossings?
  • Panel 3 -The building of African territorial borders: the impact of pre-colonial and colonial migration on contemporary Africa
  • Panel 4 - Forced migration and the role of borders
  • Panel 5 - Border crossings and economic circulation: trade, smuggling, labour
  • Panel 6 - Border regimes and migrant practices: citizenship, belonging and the making of migrant subjectivities
  • Panel 7 - Partitioned Africans
     

Documentary film screenings:
 
 -
"Kalahari Struggle: Southern Africa’s San under Pressure" (53 min.) by Manuela Zips-Mairitsch and Werner Zips
 - " 'We have come full circle': The forced migration of Angolan !Xun and Namibian Khwe to Platfontein, South Africa" by Manuela Zips-Mairitsch and Werner Zips
 - "Border Farm" (32 min), by Thenijwe Niki Nkosi
- "Esta Fronteira Não Existe" (41min), Perfectview

 

 



publicado por Próximo Futuro às 09:00
link do post | comentar | partilhar

Segunda-feira, 29 de Agosto de 2011

Vista da instalação "Abrigo Sublocado", do artista Kboco, no jardim

do CARPE DIEM - Arte e Pesquisa (foto: Fernando Piçarra)

 

 

Terminou ontem a exposição "Fronteiras", mostra central dos 8.ºs Encontros Fotográficos de Bamako que pela primeira vez teve itinerância internacional com passagem por Portugal. Foi possível ver mais de 180 trabalhos de 53 artistas oriundos de cerca de 20 países africanos, no âmbito do Programa Gulbenkian PRÓXIMO FUTURO.

 

Mas as actividades do PRÓXIMO FUTURO continuam, estando ainda patente ao público, até ao próximo dia 30 de Setembro, as diversas instalações artísticas distribuídas pelo Jardim da Fundação Calouste Gulbenkian: do "Casulo" da sul-africana Nandipha Mntambo ao "However Incongruous" do colectivo indiano Raqs Media, passando pelos Chapéus-de-Sol da arquitecta Inês Lobo, que neste ano têm desenhos de Bárbara Assis Pacheco (Portugal), Rachel Korman (Brasil), Délio Jasse (Angola) e Isaías Correa (Chile).

 

Fruto de uma parceria com o CARPE DIEM - Arte e Pesquisa, a instalação do artista brasileiro Kboco foi remontada no jardim deste espaço expositivo, onde pode ser vista a partir do próximo dia 7 de Setembro no horário de funcionamento habitual do CARPE DIEM. Para mais informações basta ir aqui.

 

 



publicado por Próximo Futuro às 09:00
link do post | comentar | partilhar

Quarta-feira, 24 de Agosto de 2011

Vista do primeiro piso da exposição "Fronteiras" (fotografia: Catarina Botelho)

 

 

Últimos dias para visitar "Fronteiras": a exposição central dos últimos "Encontros Fotográficos de Bamako", organizados desde 1994 e pela primeira vez com passagem por Portugal.

 

A mostra conta com mais de 180 obras de 53 artistas (dos quais 10 são mulheres), sendo representativa da produção artística contemporânea em mais de 20 países africanos: Mali, Egito, Líbia, Chade, Tunísia, África do Sul, Argélia, Burkina Faso, Costa do Marfim, Ilha da Reunião, Quénia, Marrocos, República do Congo, República Centro-Africana, Nigéria, Sudão, Trindade e Tobago, Madagáscar, Camarões, Moçambique, Senegal.

 

Aqui encontram mais informação sobre a exposição no âmbito do Programa Gulbenkian PRÓXIMO FUTURO (estando o respectivo Encarte disponível para download) e aqui mais detalhes sobre a edição que agora se mostra em Lisboa. Destaque dado pela RDP África à exposição, por aqui.

 

As mais diversas "fronteiras" abordadas nesta 8.ª edição dos 'Encontros de Bamako' (fronteiras geográficas, mas também tecnológicas, políticas, sociais, linguísticas, de género, etc) são visitáveis nas galerias de exposições temporárias do edifício-sede da Fundação Calouste Gulbenkian até ao próximo domingo - 28 de Agosto 2011 -  sempre das 10h00 às 17h45m. Para adquirir bilhetes basta clicar aqui.

 


 



publicado por Próximo Futuro às 09:00
link do post | comentar | partilhar

Terça-feira, 16 de Agosto de 2011

 Da série "La Sapologie" (2008) - Baudouin Mouanda

 

 

O fotógrafo Baudouin Mouanda, baseado em Brazzaville (República do Congo), apresenta durante este verão a sua primeira exposição individual no Reino Unido. A mostra continua visitável na GASWORKS, em Londres, até 18 de Setembro de 2011 e surge na sequência da participação de Mouanda na residência Deveron Arts, na Escócia. Para saber mais basta navegar por aqui.

 

Baudouin Mouanda é um dos 53 artistas presentes na exposição "Fronteiras", que constituiu o núcleo central dos 8.ºs Encontros Fotográficos de Bamako. Esta edição ainda é visitável em Lisboa, no edifício-sede da Fundação Calouste Gulbenkian, até ao próximo dia 28 de Agosto, no âmbito do Programa Gulbenkian PRÓXIMO FUTURO.

É a primeira vez que a bienal de fotografia do Mali, a mais importante bienal africana - e cuja criação remonta a 1994 -, tem passagem por Portugal.

 

Para agendar uma visita guiada, bastará contactar o serviço Descobrir.

 

 



publicado por Próximo Futuro às 09:00
link do post | comentar | partilhar

Quinta-feira, 11 de Agosto de 2011

 

 

Amanhã, dia 12 de Agosto, comemora-se o Dia Internacional da Juventude e por isso a entrada na exposição "FRONTEIRAS" é gratuita até aos 25 anos de idade.

 

Aproveitem para conhecer as obras dos 53 artistas representados naquela que foi a exposição central dos 8.ºs Encontros Fotográficos de Bamako, no Mali, com propostas oriundas de 23 países africanos.

 

Podem começar por espreitar os trabalhos de Kader ATTIA (França-Argélia), Lilia BENZID (Tunísia-França), Ali Mohamed OSMAN (Sudão), Zak OVÉ (Trindade e Tobago-Grã-Bretanha), Zineb SEDIRA (Argélia-França), Barthélémy TOGUO (Camarões) e Berry BICKLE (Moçambique-Zimbabwe). Mas nenhuma consulta on-line substitui uma visita ao vivo...

 

Mais sobre as "Fronteiras" no âmbito do Programa Gulbenkian Próximo Futuro, aqui.

 

 



publicado por Próximo Futuro às 14:30
link do post | comentar | partilhar

Sexta-feira, 22 de Julho de 2011

Saïdou Dicko (Burkina Faso), Le voleur d’ombres, 2005-2009

 

 

Em véspera de fim-de-semana lembramos que ainda pode ver a exposição "Fronteiras": mostra central dos 8.os Encontros Fotográficos de Bamako, cuja itinerância internacional inclui Portugal pela primeira vez.

Desde a sua inauguração em Lisboa, no âmbito do Programa Gulbenkian PRÓXIMO FUTURO, já foi visitada por 9.187 pessoas.

 

Pode agendar uma visita guiada através do Descobrir, sendo que aos Domingos a entrada na exposição é sempre gratuita.

 

Eis notícia de Miguel Matos sobre estas "Fronteiras":

Veio do Mali e chegou à Gulbenkian a exposição “Fronteiras”: um conjunto de 180 obras em fotografia e vídeo de 53 artistas africanos e afro-americanos, que estiveram representados na última edição dos Encontros de Bamako, produzida em 2009. Segundo António Pinto Ribeiro, comissário do Programa Gulbenkian Próximo Futuro, trata-se da “maior exposição de fotografia africana alguma vez mostrada em Portugal”. E é também uma exposição que nos mostra uma África multifacetada em questões sociais e políticas ou étnicas. (...)

 

Também continuam visitáveis, durante todo o verão, as instalações artísticas de Nandipha Mntambo (ÁFRICA DO SUL) e do colectivo Raqs Media (ÍNDIA), para além das intervenções dos artistas Bárbara Assis Pacheco (PORTUGAL), Délio Jasse (ANGOLA), Isaías Correa (CHILE) e Rachel Korman (BRASIL) nos chapéus-de-sol concebidos pela arquiteta Inês Lobo, também no JARDIM Gulbenkian.

 

Mais informações e contactos, aqui.

 

 



publicado por Próximo Futuro às 14:00
link do post | comentar | partilhar

Segunda-feira, 4 de Julho de 2011

 

 

Terminaram ontem os eventos PRÓXIMO FUTURO/Verão 2011 mas ainda há muito para ver até ao final do ano!

Desde logo, a exposição "Fronteiras" (mostra central dos 8.os Encontros Fotográficos de Bamako, vinda do MALI) que, para além das mais de 700 pessoas na inauguração, já foi entretanto visitada por mais de 6.500 pessoas.

 

Também continuam visitáveis, durante todo o verão, as instalações dos artistas Nandipha Mntambo (ÁFRICA DO SUL), Kboco (BRASIL) e do colectivo Raqs Media (ÍNDIA) pelo Jardim Gulbenkian, para além das intervenções artísticas de Bárbara Assis Pacheco (PORTUGAL), Délio Jasse (ANGOLA), Isaías Correa (CHILE) e Rachel Korman (BRASIL) nos Chapéus-de-Sol projectados pela arquitecta Inês Lobo, também no JARDIM Gulbenkian.

 

Mais informações e contactos, aqui.



publicado por Próximo Futuro às 06:30
link do post | comentar | partilhar

Sexta-feira, 3 de Junho de 2011

Foto de Guillaume Pazat/kameraphoto para o Jornal i (cf. artigo sobre "Fronteiras") 

 

 

E com o fim-de-semana já próximo, aproveitamos para lembrar que este Domingo, dia 5 de Junho, dia de eleições, realizar-se-á mais uma visita guiada por Lúcia Marques à exposição "Fronteiras" (8.ºs Encontros Fotográficos de Bamako/MALI), no edifício-sede da Gulbenkian, em Lisboa.

 

Sendo um Domingo, dia da semana em que a entrada na exposição é sempre gratuita, apenas terá que levantar o seu bilhete na recepção. A recepção do edifício-sede é também o ponto de encontro para quem vier à visita, que tem início às 15h30 e duração aproximada de 1h, na qual se contextualizará a apresentação inédita em Portugal desta Bienal vinda do Mali, dedicando especial atenção ao papel dos curadores (comissários) e às questões decorrentes da adaptação de uma exposição itinerante.

 

NOVIDADE "fresquinha": o artista Délio Jasse (nascido em Luanda em 1980 e há mais de dez anos a viver em Lisboa), que no próximo dia 16 de Junho inaugurará no Jardim da Gulbenkian (projecto Chapéus-de-Sol), acabou de ser seleccionado para os 9.ºs Encontros Fotográficos de Bamako (abertura prevista para Novembro de 2011, no Mali)!

 

Entretanto... já sairam mais notícias na imprensa sobre as "Fronteiras" vindas de 23 países africanos via Bamako:

 

"Fronteiras, a montra que faz a ponte com África" (Jornal i), por Maria Ramos Silva

"De olhos postos em África" (Time Out), por Miguel Matos

+ "Quem disse que em África não há activismo LGBT?" (Time Out), por Miguel Matos

 

 



publicado por Próximo Futuro às 14:30
link do post | comentar | partilhar

Segunda-feira, 30 de Maio de 2011

Parte de "Mosaico-Mundo" (2005-2009), de Saïdou Dicko, na exposição "Fronteiras" 

 

"Levantamos poeira ao trauma do colonialismo, entre europeus e africanos, ancorados nos Encontros de Fotografia de Bamako na Gulbenkian. Entrevista a António Pinto Ribeiro", aqui.



publicado por Próximo Futuro às 06:30
link do post | comentar | partilhar

Sexta-feira, 27 de Maio de 2011

(in jornal Expresso, 21.05.2011, por Celso Martins) 

 

 

Alguns dos artigos que têm saído na imprensa sobre "FRONTEIRAS" (exposição central dos 8.ºs Encontros de Bamako/MALI, em exibição no edifício-sede da Fundação Calouste Gulbenkian até 28 de Agosto de 2011) também podem ser consultados através dos seguintes links:

 

Público  (13.05.2011), por Lucinda Canelas

Jornal de Negócios (13.05.2011), por Lúcia Crespo 

Sol (13.05.2011), por Telma Miguel 

Diário de Notícias (15.05.2011), por Maria João Caetano 

Visão (26.05.2011), por Cláudia Almeida 

 

 

E lembramos que este próximo Domingo (dia 29 de Maio), às 15h30, haverá uma visita guiada à exposição por Lúcia Marques, na qual se contextualizará o conceito e as opções de montagem dos 8.ºs Encontros de Bamako na Gulbenkian de Lisboa, articulando a produção fotográfica desta bienal de fotografia com os trabalhos em vídeo nela incluídos. Sendo um Domingo, dia da semana em que a entrada na exposição é sempre gratuita, apenas terá que levantar o seu bilhete na recepção.

 

Mais informações sobre horários, bilheteiras, contactos, aqui.



publicado por Próximo Futuro às 15:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar

sobre
Próximo Futuro é um programa Gulbenkian de Cultura Contemporânea dedicado em particular, mas não exclusivamente, à investigação e criação na Europa, na América Latina e Caraíbas e em África.
Orquestra Estado do Mundo
This text will be replaced by the flash music player.
posts recentes
links
arquivos
tags
subscrever