Segunda-feira, 8 de Junho de 2009
Se eu fosse chamado
A erigir uma religião
Faria uso da água.

Ir à igreja
Envolveria passar a vau
Com roupas secas, diferentes;

A minha liturgia empregaria
Imagens de encharcar,
Um alagamento de furor e devoção.

E do lado nascente iria erguer
Um copo de água
Em que a luz de qualquer ângulo
Se congregasse sem fim.

Philip Larkin


(tradução de Rui Carvalho Homem)


publicado por Próximo Futuro às 09:47
link do post | comentar | partilhar

1 comentário:
De froes a 8 de Junho de 2009 às 20:44
Ca estamos no blog a acompanhar os poemas dos toldos.
Ainda bem.


Comentar post

sobre
Próximo Futuro é um programa Gulbenkian de Cultura Contemporânea dedicado em particular, mas não exclusivamente, à investigação e criação na Europa, na América Latina e Caraíbas e em África.
Orquestra Estado do Mundo
This text will be replaced by the flash music player.
posts recentes
links
arquivos
tags
subscrever