Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2012

 

 

 

O fotojornalista Rémi Ochlik, fundador da agência IP3 Press e que ontem perdeu a vida na Síria, era um jovem de 28 anos dedicado ao seu trabalho. Apesar de ainda não ter 30 anos, era um fotojornalista experimentado - cobriu a epidemia de cólera e as presidenciais no Haiti e no ano passado esteve na Tunísia, Egipto e Líbia - e premiado, tendo vencido um galardão do World Press Photo no início deste mês.

 

Ochlik nasceu em 1983 em Thionville, no leste de França. Estudou fotografia na escola Icart depois de terminar o ensino secundário, tendo pouco depois começado a trabalhar para a agência Wostok Press.

 

 

 

Para ler o artigo completo no Público, clicar aqui.



publicado por Próximo Futuro às 15:17
link do post | comentar | partilhar

sobre
Próximo Futuro é um programa Gulbenkian de Cultura Contemporânea dedicado em particular, mas não exclusivamente, à investigação e criação na Europa, na América Latina e Caraíbas e em África.
Orquestra Estado do Mundo
This text will be replaced by the flash music player.
posts recentes
links
arquivos
tags
subscrever